Nissan GT-R 2009, o carro dos meus sonhos

0
3805

Quem acompanha o Top Gear, se não via BBC via torrents da vida – afinal ele é o programa de TV mais ‘baixado’ do mundo – já deve estar acostumado ao estilo bonachão e desbocado do seu principal apresentador Jeremy Clarkson (sim, eu sou fã do cara), e deve saber que uma das coisas mais normais do mundo para ele é chamar de ‘rubish’(lixo) os carros que testa. Conto nos dedos as vezes em que o vi falar bem de um carro sem fazer nenhum tipo de ressalva ou encontrar alguma coisa que o desagradasse, uma destas vezes foi quando ele testou o Bugatti Veyron e disse que “a única coisa ruim do carro era ele não poder comprá-lo” (ele dirige um Lamborghini Gallardo).

A outra vez foi no vídeo que segue acompanhando esta postagem. Trata-se da segunda parte de um teste realizado com o Nissan GT-R no Japão, a primeira parte foi uma viagem pelas estradas do país, mas Clarkson ficou indócil, já que lá os carros têm a velocidade limitada eletronicamente à 180Km/h. Aqui ele testa o carro no circuito de Fuji, e desde o começo o carro impressiona, ele é capaz de ‘saber’, com base nas informações de seu GPS, que está em uma pista de corrida e desativa automaticamente o limitador de velocidade!

Alguns dados deste fantástico carro:

  • O motor é um V6 biturbo de 3.8 litros, com potência incerta. A palavra oficial é que ela gira em torno de 480CVs, mas há controvérsia, fala-se de testes de dinamômetro que encontraram mais de 600CVs. no veículo tal como saído de fábrica (é prática comum sub-declarar potência de esportivos).
  • 0-96km/h 3.5s (0-60 mph)
  • Velocidade máxima 310km/h
  • Custo, no exterior, aproximadamente US$ 95.000,00
  • É um carro feito para fazer curvas, o design joga o máximo possível de ar para a asa traseira, a fim de aumentar a pressão aerodinâmica
  • A suspensão é montada em um sistema hidráulico que simula o peso do carro, antes mesmo de ser colocada na carroceria, a idéia é que ela esteja perfeitamente enquadrada
  • O computador de bordo mede constantemente as forças atuantes no carro, para calcular a ação da suspensão ativa
  • Os aros têm uma ‘borda’ para evitar que o pneu ‘desembeice’ deles, tão violentas que são as forças laterais aplicadas nas curvas.

Acha que é exagero? Assista o vídeo até o final e veja o que acontece com Jeremy Clarkson! Na seqüencia ou vídeo, do carro sendo testado na pista do Top Gear pelo Stig, e batendo os tempos da Ferrari F430 e Porsche Carrera GT.

Não sei se foi impressionado por isso tudo, ou pelo simples fato de o carro ser um monstro de aparência relativamente comportado, vendo-o você não imagina uma máquina que bata Ferraris, Porsches e Lamborghinis, mas na atualidade, este é o carro com que sonho. Se alguém da Nissan que possa proporcionar um teste nesta máquina ler isso, lembre de mim 😉 (ok, o chute foi alto, mas sonhar ainda é de graça).

Na extensão da postagem temos mais fotos, clicando nelas, você poderá vê-las em melhor resolução.


Dados para a postagem retirados dos vídeos do Top Gear.
Fotos: Autoblog