Isso é um Carro, uma Moto ou o Que?

18
670

Esse é o Tango – um carro pensado para as grandes cidades – que oferece o tamanho de uma moto – pouco mais de 2 metros e meio de comprimento e menos de 1 metro de largura – com a segurança e desempenho de um esportivo – chega de 0 a 100 em 4 segundos e passa de 240km/h.

E o melhor – não polui – possui um motor elétrico. É a solução (quase) perfeita para as grandes cidades.

Clique aqui para mais fotos e informações

Dá para estacionar em praticamente qualquer vaga – cabem uns 4 no lugar de um carro médio

Serve para competir. Deve ser legal sair queimando pneu sem o barulho do motor.

Conhece nossa seção de Links Legais? clique aqui!

Pode andar na estrada – e leva dois passageiros, como uma moto. Mas não pega chuva, vento nem frio. E te uma estrutura de aço mais forte (proporcionalmente) do que uma picape – suporta batidas de mais de 300km/h.

Ele pode ser esquisitinho, mas a proposta é sensacional. O preço assusta um pouco – entre 18.700 e 108.000 dólares – isso porque o carro não é (ainda) produzido em massa. A fila de espera passa de 2 anos, e o carro é entregue como um kit que leva menos de um dia para montar.

Infelizmente o preço ainda é impraticável, mas se fosse produzido em larga escala, seria quase imbativel como transporte urbano. As baterias levam cerca de 3 horas para carregar , e, com um carregador de 200 amperes, 80% da carga fica disponível em 10 minutos, o suficiente para rodar cerca de 80km.

E é BEM mais seguro que uma moto. Oferece, além da celula de proteção digna de um carro de corridas, freios a disco nas quatro rodas com ABS.

Fonte: Commuter Cars

18 COMENTÁRIOS

  1. Carros elétricos não são TOTALMENTE a solução… Lhes digo porquê. No Brasil, por exemplo, é teoricamente viável, afinal a energia elétrica é “limpa”, proveniente em sua maioria de hidroelétricas. Mas quanto à Europa e USA, compensaria aumentar a produção de usinas de carvão (consequentemente liberação de CARBONO e outros poluentes na atmosfera), as principais fontes de energia elétrica destes locais, para evitar queimar combustível?

    Só viro a favor de carros elétricos quando fizerem pesquisas sobre o que eu falei acima, provando que a relação entre poluição e carros elétricos é menor, independente de ser direta ou indiretamente, que combustiveis fósseis.

  2. style o carrinho, jah imaginei um assim a alguns anos, e quero fazer um destes em 2009, o unico inconveniente deve ser o centro de gravidade do carrinho que deve ficar proximo ao seu coração, tenho duvidas quanto a estabilidade dele em curvas, ams q idéia eh show..

  3. Hummm…acho que as curvas devem ser temidas, com essa velocidade toda ! Uma ferrari com estabilidade de kombi ? Tenha medo !

  4. Pois é…
    Ninguém ainda explicou como se faz uma curva nisso. Pelo Jeito qualquer esquina feita a 30km/h já vira o troço.

  5. Caros entusiastas, vale lembrar que nem só a geometria conta quando o quesito é estabilidade na curva. Lembrem se que o carro é elétrico, ou seja, usa MUITAS baterias. Certamente essas foram distribuidas por todo o assoalho do carro, deslocando o centro de gravidade para baixo e resolvendo o problema da curva. Qnto ao fato de ser vantjoso ou nao o uso de eletricidade, tb há uma ressalva. Um motor a combustão convencional tem eficiencia proxima de 23%, ou seja, de 10l queimados, apenas 2,3l efetivamente viram movimento, o resto é desperdiçado em forma de calor. Portanto, se vc conseguir uma eficiencia de queima boa numa usina termoeletrica capaz de compensar as perdas acumuladas até o abastecimento do carrinho, sim, vale a pena. Outro lance é que o CO2 gerado na usina, em vez de lançado na atmosfera, pode ser armazenado de forma comprimida em falhas rochosas. É isso mesmo, é como se vc concretasse a entrada de uma caverna e comprimisse o CO2 lá dentro. Pesquise no google por sequestro de carbono.
    Voltando a proposta de uso do carrinho, achei excelente. Possuo um carro e uma moto. Diria q esse aí junta o que há de bom nos dois mundos. Se é feio?!?!? Ah, isso a gente acostuma… Afinal, a qntos anos vc já está casado com a sua mulher? Huahuahauhau

  6. De tudo o que foi falado, procedem as considerações, mas, o que nos precisamos mesmo é de agregação. De que adianta melhorarmos a tecnologia se nos não conseguimos eliminar os mais simples problemas, a fome e a qualidade dos seres humanos gerados. Prestem atenção, a nave so consegue manter 8 bi no limite, ja temos 6,3 bi. Gente as soluções tem que servir para todos não somente para alguns. Os negros conseuiram ser a maioria e eleger um Presidente nos USA. A massa maior é dos menos favorecidos, portanto, mais dia menos dia, a maior massa toma conta de tudo. Não acham. Que tal mudarmos a maneira de pensar e elimnarmos nossos paradigmas ? Vcs não acham que os recursos despediçados com carrinhos sofisticados etc., etc., vai durar para sempre né. Eu não vou estar aqui para ver tudo acabar pela insensibilidade e egoísmo geral. Temos que pensar grande. Chegou a hora.

  7. Há mais de cem anos atrás, o homem pensava, planejava, construia e colocava pra rodar o primeiro veículo sem tração animal. Era o sonho de milhares ter um veículo que pudesse levá-los a qualquer lugar, vencer grandes distâncias e ostentar como símbolo de poder, já que era um objeto para poucos na época. Meu pai mesmo diz que na década de 50 e 60 no Brasil, quando se deparava com um simples Fusca, as pessoas ficavam olhando, apreciando, desejando ter um. Hoje, com a facilidade do crédito, qualquer um pode ter um carro, independente de seu valor. Muitos ainda, como no começo do século passado, utilizam o veículo como símbolo do poder, ostentação e quanto mais caro for, melhor para impressionar aos milhares de pobres mortais. O automóvel hoje serve pra tudo, menos pra andar, principalmente nos grandes centros urbanos pois perde-se tempo demais nos congestionamentos, levando as pessoas a um estresse demasiado, trazendo problemas de saúde e por aí vai. Projetar veículos mais urbanos do que temos por aqui rodando ou criar novas tecnologias não são nem de longe a alternativa para o caos que esta virando o nosso trânsito. De que adianta colocar milhares de veículos compactos pra circular se não temos vias suficientes pra comportar o fluxo.

  8. Meu nome é Trazibio gosto muito destas udeias maravilhosa que não polui o ar e destroi a natureza. valeu este carro esta no caminho da ecologia, parabens.
    Eu recentimento tambem fiz uma maquina pensando tambem em não poluir os Rios e matas. uma fonte energia capas de ser ela mesma renovada, fiz uma invensão que até serve para estes veiculos eletricos com acumuladores(bateria)bom imagine este veiculo rodando sem parar para abastecer sua carga eletrica. ir ex: de Goiania – GO A São Paulo sem gastar um tostão. e isso mesmo, fiz um carregador para residencia 12v, ele e auto suficiente ele produs sua propria energia o que sobra que usamos. ta feito mas não tenho recurso para aperfeiçoar esta maquina se quizer posso enviar foto dela. isto é realidade. um grande abraço.

  9. respondendo ao ahnn, quanto ao centro de gravidade, se resolve isto com facilidade, é so por dua rodinhas como nas bicicletas de criancas que estao aprendendo.
    agora falando serio, sou tecnico de eletroni a quase 40 anos, e falo com conhecimento, no brasil este carro ( ou outro eletrico) nao daria serto devido ao problema de abastecimento de energia, imaginem carro em cada posto de abastecimento, em sao paulo, puxando 200 Ah (Amperes Hora) com certeza isto daria um belo apagao.

RESPONDER

Comente aqui
Por favor, digite seu nome aqui