Mustang Shelby GT 500 “Black Hornet” – um pedaço de história automotiva em leilão

0
4526

Se você me parar e perguntar de supetão quem é “o cara” do mundo do automobilismo esportivo norte-americano, eu não pensarei duas vezes antes de dizer Carrol Shelby. Você pode até não saber, mas este senhor, um ex-criador de galinhas hoje com 85 anos de idade, tem participação ativa na criação de alguns dos maiores mitos dos carros esportes, não apenas norte americanos, mas mundiais.

Além do seu AC Shelby Cobra 427 S/C, carro que montou com chassis da inglesa AC e motor Ford, Shelby esteve envolvido naquele que na minha opinião é o carro mais bonito já produzido na América, o GT40, um carro da Ford feito para dominar, coisa que fez com pleno sucesso, a mais famosa corrida da categoria turismo, as 24 Horas de Le Mans. Ele teve participação no trabalho das Big 3 (Ford, GM e Chrysler – se bem que agora estão mais para ‘Broken 3’), mas sem dúvida seu trabalho mais conhecido é com a Ford, seu relacionamento com o Mustang é tão forte que as linhas especiais deste poney car, ainda hoje, chamam-se Cobra.

Em 1991, Shelby foi submetido à um transplante de coração, e decidiu que criaria uma fundação para dar apoio a crianças que fossem passar por transplantes de órgãos, nasceu assim a Carrol Shelby Children’s Foundation, que atende crianças que estão aguardando por transplantes e corção ou rins. Além de seu trabalho normal na fundaçã, que envolve a venda de diversos produtos com sua marca, com renda revertida, este ano ele resolveu leiloar seu próprio Mustang, um Shelby EXP500 CSS 1968 batizado Black Hornet, e reverterá toda a renda em prol de sua fundação.

Um Mustang, que além de ser lindo, é um pedaço da história automotiva, retrato da época de ouro dos Muscle Cars e pertencente a um dos maiores ícones automotivos da história. Eu bem que gostaria de ter cafice para enrar em uma brincadeira destas, mesmo sendo um sedã, e não meu preferido, o fastback 😉

Seguem fotos em detalhe do carro, clicando nelas, você poderá vê-las em melhor resolução.