Home Fotos Isso é um carro de Mulher ou de Boneca?

Isso é um carro de Mulher ou de Boneca?

0

Na verdade, é de boneca – esse é o Fiat 500 Barbie Edition – criado para comemorar os 50 anos da internacionalmente famosa Boneca.

Clique aqui para ver mais fotos do carrinho rosa

Bem rosa, não? Aliás, desse tamanho ele combina com uma casa bem pequena (clique aqui para ver que legal!)

Aqui o painel, cravejado de cristais no volante, toda extensão do painel e alavanca do câmbio, além das rodas e pintura exterior. No porta luvas, tem brilho labial da Barbie, de várias cores.

Já viu o ônibus perfeito para São Paulo? Clique aqui para entender!

Aqui, sendo revelado. A pintura é especial, com brilho extra e que lembra uma maquiagem.

Clique aqui para ver mais carros Rosa

Clique aqui para ver o Mini Cooper, esse também um carro bem feminino.

Fonte: Autoblog

Quer ver mais coisa interessante? Dá um pulinho no Uêba!! Clique aqui!!!

Edit , por Knuttz:

Quem escreveu este post foi o Danilo, mas em decorrência de um “não me toques” completamente idiota, eu venho aqui empenhar meu apoio ao humor que ele usou. Tudo que foi dito: “Este post não é uma homenagem a morte do Clodovil”.

Eu tenho amigas e amigos homossexuais, são pessoas como eu e vocês que nos lêem, mas que optaram por seguir a orientação sexual diferente do padrão estabelecido. Eu não tenho, como o Danilo também não tem, absolutamente nada contra isso. É uma questão de foro íntimo, e puramente íntimo.

ENTRETANTO, aos que ficaram na ponta das tamancas com uma brincadeira completamente inocente, que não usava NENHUM termo de baixo calão e de maneira alguma depreciava NINGUÉM, fica um recado: É MUITO IMPORTANTE, que os mesmo que precisaram que pessoas de cabeça aberta aceitassem, e aceitem, uma opção sexual diferente do padrão como algo normal, TAMBÉM saibam aceitar formas de humor que os atinge inocentemente e sem ser pejorativo. Se eu fosse esquentar com toda piada de gordo que escuto, eu estaria louco, aliás, eu sou o primeiro a contá-las

Sejam FELIZES, que é a tradução principal do termo GAY, vivam em paz consigo e com os outros, sem se transformar em patrulheiros azedos e chatos, a procurar chifres em cabeça de cavalo.