Lexus anuncia novo preço de seu híbrido

0
1020

A Lexus do Brasil reposicionou a tabela de preços de seu hatchback híbrido CT 200h. A versão 200t do modelo, antes vendida por R$ 162.185,00, passou a custar R$ 149.900,00. Já a versão Eco, antes comercializada por R$ 141.090,00, custa agora R$129.900,00.

ct_200h

O ajuste faz parte dos planos Toyota e Lexus em disseminar a tecnologia híbrida no Brasil, tornando-a mais acessível ao consumidor final. Com os novos preços, o Lexus CT 200h passa a figurar como o segundo veículo híbrido mais acessível à venda no País, ficando somente atrás do novo Toyota Prius, recém-lançado no mercado brasileiro.

O híbrido CT 200h possui isenção para o rodízio municipal em São Paulo, bem como desconto de 50% no Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA). O estado do Rio de Janeiro possui alíquota reduzida de 1,5% para IPVA de modelos híbridos.

O CT 200h é o representante híbrido da Lexus no Brasil e simboliza a visão da marca sobre como será a mobilidade no futuro com carros cada vez melhores e mais amigáveis ao meio ambiente.

“Assim como a Toyota, a Lexus está empenhada em cumprir com seu papel em nosso desafio ambiental global. Estamos dando os primeiros passos no Brasil para alcançar uma meta ambiciosa e necessária para o futuro. Até 2050, temos a proposta de reduzir em até 90% a emissão de CO2 na atmosfera, o que significa que todos os modelos comercializados pela Toyota e Lexus no mundo, até lá, serão híbridos, elétricos ou alimentados por célula de combustível”, explica Miguel Fonseca, vice-presidente da Lexus do Brasil.

Equipado com o sistema Lexus Hybrid Drive, o CT 200h apresenta baixos dados de consumo de combustível, chegando aos 14,2 km/l na estrada e 15,7 km/l na cidade, proporcionando uma experiência de condução única para entornos urbanos. O modelo é nota A de consumo do INMETRO e compõe a lista dos veículos mais econômicos do País, ficando somente atrás do novo Toyota Prius, recém-lançado no mercado brasileiro.

O Lexus CT 200h utiliza dois motores: um a gasolina e outro elétrico, que juntos geram potência combinada de 136 cv. A energia excedente do motor a combustão e o sistema de freios regenerativos acumulam energia a cada frenagem, carregando assim as baterias sem utilizar recursos de carregamento externo.

RESPONDER

Comente aqui
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.