Teste: Filtro de ar esportivo realmente faz diferença?

0
30576

Filtros são baratos e vitais para a saúde de seu carro, já falamos disso aqui antes. Mas uma modifcação barata que divide opiniões é o filtro esportivo: Os que defendem seu uso, dizem que com a entrada de ar mais “livre”, o motor rende mais, “enche” mais rápido e etc. Considerando o funcionamento dos motores, na teoria isso tem tudo para funcionar, mas será mesmo?

Um exemplo de filtro esportivo universal em cima de outro inbox.

Pra isso, os apresentadores do Mighty Car Mods (programa automotivo online) realizaram testes com filtro esportivos ‘universais’ (também chamados por muitos de “filtro intake”) e in-box, que são feitos na medida certa para substituir os originais, mantendo a caixa ressonadora e demais acessórios.

E testaram os dois tipos de filtro em dois tipos de motores: Aspirado original e Turbo com algumas modificações extras. Vejamos o resultado:

Em resumo, o filtro não proporcionou nenhum ganho de potência e torque máximos, seja num carro com motor original, seja em um Turbo com diversas modifcações (intercooler, válvula de alívio, etc…). Mesmo assim há muita gente que aprova seu uso, argumentando que apesar de não causar aumento de potência máxima, ele provê sim um ganho de potência no geral, dando mais “fôlego” para o motor em rotações mais baixas, além de um ruído muito interessante de admissão. Mas será mesmo, ou somente uma impressão?