Mercedes Benz SLS AMG, a recriação de mito

16
57

Em meados da década de 1950, um dos carros mais belos já fabricados foi concebido pela alemã Mercedes Benz, não um carro qualquer, mas um carro inovador, talvez o primeiro carro de corridas concebido para uso nas ruas.

Foi o primeiro a usar injeção direta de combustível nos cilindros sem o uso de carburador. Seu chassi era tubular e dava ao carro extrema rigidez. Aqui, precisamente neste ponto, surgiu sua característica mais marcante. Para manter a integridade estrutural, as portas não podiam abrir como de costume, a solução foi abri-las para cima. Nascia a Mercedes 1954 300SL Gullwing.

É um dos carros mais caros da marca, hoje, passa fácil dos US$ 300.000 ou US$ 400.000 nos leilões, e olha que é um carro extremamente difícil de dirigir, segundo dizem é muito nervoso e perde a traseira com facilidade em mãos menos prendadas, e se o carro capotar e der a má sorte de parar de ponta cabeça, as portas serão bloqueadas e quem estiver dentro simplesmente não tem como sair, até que ele seja desvirado.

Foi para homenagear este carro que nasceu a Mercedes SLS AMG, uma nova GullWing, que estará disponível na Europa a partir do segundo trimestre do próximo ano ao custo de aproximadamente US$ 260.000,00. Ela tem motor V8 de 6.3 litros e 571cvs, vai de 0 a 100km/h em 3.8 segundos, e tem uma velocidade máxima de 317km/h limitada eletronicamente. A primeira vista é um pouco esquisita, mas olhando com um pouco mais calma, dá para ver que, apesar de estar longe de ser tão bonita quanto a original, é uma bela homenagem.

Cliquem sobre as fotos para resolução de papel de parede.

16 COMENTÁRIOS

  1. Adoro o carro antigo, ele é maravilhoso, foi usado nele o mesmo chassis do carro de corrida, o carro foi super inovador para a época. O novo está lindo, adorei as linhas, são modernas com toque retrô.

RESPONDER

Comente aqui
Por favor, digite seu nome aqui