Salão Duas Rodas – as Motos Acessíveis – 2 páginas de fotos

9
381

O Salão Duas Rodas não é só Motos de sonho – é também motos reais, que dá para comprar e usar no dia-a-dia. E vamos a elas.  Honda, Yamaha, Kasinsky, Dafra, Sundown e as chinesas.  Muitas motos de marcas obscuras chinesas, aliás. Fabricantes como Dayun, IROS, QINGQI (é isso mesmo, Qingqi), Haobao e até CPI marcaram presença na feira. clique nas fotos para ampliar – são 2 páginas de fotos

9 COMENTÁRIOS

  1. Impressionante que são expostos clones descarados!! Yamaha deve sofrer na mãos dos chineses. Ou até pior, terceiriza, depois de f***.

  2. estou escrevendo aquem tirou as fotos por favos ao cubri um evento como este tire as fotos e mostre as marcas das motos porque tem motos que nao mostra nem os nomes como vou saber a marca para poder comprar

  3. é isso aí! ah só pra completar:
    aproveita e tenta conseguir o orkut, msn ou coisa parecida destas gatas que ficam tirando foto em cima das motos e posta aí pra galera. vlw 😉

  4. Agora a concorrencia facilitará a vidas dos amantes das motos,ou seja, muitas marcas montando,fabtricando e melhorando seus modelitos para conquistar a clientela motociclistica.As motos usadas sofreram baixas nos preços por causa das facilidades em comprar uma ZERO. A Harley Davidson é um exemplo claro desta situação …..Quem comprou um V-ROD no passado,CARA, venderá bem mais BARATA no presente…e Zefinir.!!! Muitos vendedores de harley usadas resistem,pegando carona,na nova adaptação da detentora DA MARCA ao mercado Nacional mas em nada adiatará !!!!!

  5. Essas motos chinesas apresentadas podem até ser um pouco masi baratas, mas nem de longe podem ser comparadas as japonesas e européias (YAMAHA, HONDA, SUZUKI, CAGIVA, DUCATI, KAWASAKI E ETC..). Inicialmente funcionarão, mas não conhecemos o comportamento durante o uso nem a vida útil desses “CLONES ASIÁTICO MAL ACABADOS”. Observem que a maioria delasusa peças plásticas no acabamento externos imagine o material que não fica aparente! Bem as maiores preocupações são as PEÇAS E MÃO DE OBRA. Não tenho noticia de uma legislação que obrigue a fabricação de peças de reposição mais do que 5 (cinco) anos se tanto.
    BOA SORTE PRA QUEM COMPRA-LAS, VAI PRECISAR!!..rsrs!

RESPONDER

Comente aqui
Por favor, digite seu nome aqui