27
jan
12

Peugeot 408 agora com motor Turbo

Postado em Lançamento por Rafael Moreira - Comments

O Peugeot 408 recebe o motor 1.6 THP (Turbo High Pressure) de 165cv, que já equipa a minivan 3008 e o esportivo RCZ e com isso é o primeiro Peugeot fabricado no Mercosul (mais precisamente na Argentina) a contar com tal propulsor.

O motor é fruto do desenvolvimento em cooperação com a BMW e possui bloco de alumínio, 16 válvulas, comando de admissão variável, balancins roletados e injeção direta, resultando em 165cv a 6000rpm e torque máximo de 24,5 mkgf a partir de baixas 1400rpm.

Uma peculiaridade deste motor é a atenção para o baixo consumo nos menores detalhes: Alternador, bomba de óleo, turbina, válvula termostática, bomba d’água e comando de válvulas de admissão são pilotados, ou seja, controlados independentemente pela central da injeção eletrônica, o que permite o uso racional destes, minimizando perdas e aumentando a durabilidade do conjunto e economia de combustível.

Para distribuir a potência deste motor, o 408 Griffe THP conta com um câmbio automático sequencial de seis marchas com conversor de toque pilotado, efetua o “freio motor”, não ‘pulando’ marchas ao se desacelerar, o que além de prover um comportamento próximo ao câmbio manual, dá uma sensação de maior segurança e poupa o sistema de freios. De quebra, o motor entra em modo “cut-off”, em que não se injeta combustível (comum a todos os motores injetados nesta situação).

O 408 Griffe THP possui entre seus equipamentos de série e opcionais rodas de liga-leve aro 17, ar condicionado automático digital dual-zone, bancos de couro, teto solar elétrico, sistema de navegação, controle de estabilidade, sensor de estacionamento dianteiro e traseiro, limitador de velocidade (cruise control) e faróis direcionais bi-xenon com ajuste de altura automático e lavador próprio. É desnecessário citar ABS e Airbag, essenciais a qualquer sedã da categoria.

Vale lembrar que mesmo com esta nova motorização, o 408 continuará com as versões Allure (5 marchas manual ou automático de 4 marchas) e Griffe (somente automático de 4 marchas) com motor 2.0 16V de até 151cv e 22mkgf de torque (no etanol) com comando de válvulas na admissão e sistema de distribuição variável e contínuo (VVT), que ajusta o fluxo e temporização de admissão conforme as condições de condução.

O 408 Allure 2.0 16V flex manual e automático custa a partir de R$59.990 e 64.990, respectivamente.

O 408 Feline  sai a partir de R$74.900 e a nova versão Griffe THP custa a partir de R$81.490, o mesmo preço da Griffe 2.0 16v atual.

Encomendas já podem ser feitas e os primeiros modelos estarão disponíveis a partir de fevereiro.

Compartilhe este artigo:
  • Twittar este post
  • del.icio.us
  • Compartilhar no Uêba
  • Compartilhe no Orkut
  • dihitt
  • gafanhoto
  • linkk
  • Live
  • StumbleUpon
  • Technorati
  • GBuzz