Novo Chevrolet Cobalt 2012

27
586

A Chevrolet lançou na última sexta feira, em sua pista de testes em Indaiatuba, SP, o novo Chevrolet Cobalt. E nós estavamos lá para conferir. Novo carro mundial da montadora, o Cobalt mira na classe C – aquele consumidor que já tem um Classic ou um Prisma (e talvez um Siena ou outro carro do mesmo porte), e quer subir um degrau. Com preços a partir de R$39.980 e muito espaço interno, promete ser um grande concorrente ao VW Polo e outros compactos premium.

Clique aqui para ler mais e ver mais fotos

Com um design bonito na traseira e nas laterais, a frente parece um tanto quanto sisuda, com faróis imensos parecidos com os do Agile e uma grade no novo estilo da GM, o carro é diferente do que existe no resto do mercado. A lateral, com linha de cintura alta e belos ressaltos nos para-lamas, confere um visual muito agradável, assim como a traseira, alta que garante o espaço do imenso porta malas, de 563 litros, cujo único pecado é contar com alças tipo “pescoço de ganso”, roubando espaço no fechamento. O ideal seriam as dobradiças pantográficas, que estavam presentes no falecido Vectra.

Abaixo é possível ver a linha do para-lamas, que garante um estilo não encontrado nos carros da categoria. O carro realmente parece maior por fora do que é. Repetidores de seta completam o visual da lateral.

Abaixo as belas rodas da versão LTZ, a mais cara e completa do novo modelo. O aro é 15, e os pneus de medida 195/65 são de baixa resistência a rolagem o que garante maior economia de combustível. Aliás, economia foi a palavra de ordem do projeto. Com coeficiente aerodinâmico de 0,32, nova calibragem da injeção, coletor de admissão com um formato que permite a perfeita leitura da mistura pelos sensores, a Chevrolet promete que o modelo será muito econômico. A conferir.

O belo painel, que parece inspirado em motos de alta performance, com conta giros analógico e velocímetro digital. O painel inclui computador de bordo, com comandos pela alavanca do pisca e a iluminação ice-blue, novo padrão da Chevrolet (nada mais de iluminação amarelada!)

O rádio da versão LTZ, com CD e conexões USB, line in (via cabo) e bluetooth, também com a iluminação “ice-blue”. A qualidade do som é boa (para um original de fábrica), e deve agradar ao público.

Abaixo, detalhe da lanterna traseira.

O motor é o mesmo 1.4 do prisma, entregando 97cv na gasolina e 102 cavalos no álcool. O carro impressiona pela maciez e pouca vibração ao rodar – parece que estamos rodando com um modelo de cilindrada maior. O câmbio conta com bons engates e boa relação – na pista de testes da GM o carro andou muito bem (para um carro familiar, é claro)

Abaixo a versão LTZ 1.8 automática, que deve ser lançada somente no segundo semestre de 2012 – e vai contar com câmbio automático de 6 marchas. Esse, na nossa opinião, é o modelo mais esperado – nenhum carro nessa categoria oferece câmbio automático, somente “automatizado”, que nada mais é que um câmbio manual que muda de marcha automaticamente, acompanhado de incômodos trancos. As diferenças externas passam pelas rodas, um discreto spoiler sobre a tampa traseira e aparentemente param aí!

O interior abaixo é o da versão automática – mas a única diferença para a versão lançada, além do câmbio, é o revestimento de couro no volante, além dos comandos, assim como no Cruze. O interior traz ótimo acabamento – coisa que a  Chevrolet vinha esquecendo ultimamente, e um espaço interno de causar inveja a modelos maiores. Ah, e não é cinza – o painel e as laterais das portas trazem um tom amarronzado muito agradável (nada de marrom-anos-80), e foge do padrão cinza-preto de sempre.

O comportamento do carro, como pode ser visto no vídeo abaixo, é exemplar – a pista de testes da Chevrolet conta com vários tipos de piso – de asfalto de autódromo a partes que lembram nossas “ótimas” ruas – e o carro demonstrou desenvoltura nas curvas e ótimos freios.

Os preços são os seguintes:

Versão LS, a de entrada, que já vem com ar, direção e travas elétricas, custa R$ 39.980

Versão LT – além do disponível na LS, vem também com vidros elétricos dianteiros, alarme, freios  ABS com EBD e airbag duplo e custa R$43.780

Versão LTZ, a topo de linha, vem com tudo da LT, mais vidros elétricos traseiros, apliques cromados, retrovisores elétricos, rodas de liga-leve e o ótimo rádio com USB e Bluetooth e custa 45,980.

A Chevrolet acredita que grande parte das vendas será das versões LT e LTZ  – que oferecem melhor custo benefício que a LS (que não vem com vidros elétricos!)

Para os consumidores usuais da GM, o Cobalt é uma boa opção. Para quem não vem de GM, vai ser dificil encarar o carro de frente, mas o que o carro oferece o torna uma ótima opção. Agora é esperar a reação do mercado!

27 COMENTÁRIOS

    • Ainda não tenho a condição financeira para comprar esse luxo todo!! Mas estou feliz em estar participando da promoção P&G com o FAUSTÃO, onde contem esse carro maravilhoso entre os premios para sorteio, pois aprovo ! Fiz o test drive na revendedora Chevrolet. Super, mega aprovado!!!

      Esse é o carro da modernidade automotiva. Conforto, elegancia e status o COBALT tem a oferecer a milhões de brasileiros. Parabens Chevrolet e todos os que já se encontram desfilando nas passarelas do nosso lindo Brasil com o Chebrolet Cobalt.

      Quer ficar bonito na foto? Vai de Crevolet Cobalt* esse eu curto até no facebok. Parabens!!! rssssss o/*

  1. Quando falam “(…) nenhum carro nessa categoria oferece câmbio automático, somente ‘automatizado’ (…)” estão esquecendo do Logan, o maior rival do Cobalt no mercado, que está saindo com câmbio AT de 4 marchas!

  2. o carro cobalt é muito bonito, precisa ver se o valor do carro vai ser competitivo, perque nós temos o logan que arrebentou veio dando chow em outros carros anivel de opcionais, com preços otimo. então a chevrolet tem tudo pra sair pro abraço, mais não pode fujir para preços altos.

  3. Quando se dará de fato o lancamento do carro? Pois a NISSAN lançou o VERSA e gostaria de verificar o COBALT antes de fechar negócio. Só que nas concessionárias não dão uma data aproximada para o lançamento.

  4. Eu estava em negócio com o SIENA HLX 1.8;más agora
    vou aguardar esse lindo carro;exelente qdo se fala em conforto e
    espaço.

  5. NOSSA o cobalt é um lindo carro, barato e MUITO confortavel, eu ja mandei encomendar o meu e pelas imagens parece ser um belissimo carro

  6. pq lancam aki tantos carros feios?…sao mais baratos?na hra de desenhar desenha ele bonito em vez de feio … carros com curvas mais agradaveis (aveo sonic)

  7. fico receioso quanto a lançamentos, pois em 2010 adquiri o corsa classic, e já esta saindo de linha,sendo que custou-me 34.000.00 hoje o mesmo carro custa 28.290,00 será que vale apena investir e dois anos depois o veiculo sair de produçaõ, e voçê amargar un prejuizo na hora da troca de un novo!

    • edmilson fagundes » E quem disse que o Classic sairá de produção? O Corsa Classic é fabricado desde 96, e não vai sair de linha tão cedo. O Cobalt começou agora e tem uma longa carreira pela frente. A Chevrolet raramente tira carros com pouco tempo de vida de linha

  8. gosto dos carros chevrolet mais com o logan e sandero completo com cambio automatico a chevrolet tem q repensar ou vão ver a cidade encher de logan com preço dos carnais

  9. meu primo e minha irmã compraram a versão ltz recentemente, ainda estou pensando em fazer a compra,vou aguardar o lançamento da nova verção 1.8 pra tomar uma deçisão, por enquanto eles estão gostando, vou agurdar mais um pouco.

  10. Brasileiro se contenta com cada porcaria, paga um preço absurdo por esses lixos, esse Cobalt tem um acabamento interno muito pobre, design horrivel, a traseira lembra muito a do vectra, que já saiu de linha(ainda bem!), essa frente é muito feia, pode até ter espaço interno bom nesse carro quadradão, mas pagar quase R$50.000,00 …?? no México, EUA ou até mesmo na Argentina com esse valor você compra um grande sedã de luxo.

    • Então vai morar lá!

      Estamos no Brasil! Carro de luxo que lá custa R$ 50.000,00 aqui você paga R$ 120.000,00!

      Porcaria que lá custa R$ 15.000,00 você paga R$ 50.000,00.

      Não adianta reclamar. É a nossa realidade.

      Se quiser “boicotar o sistema” ande de ônibus.

  11. Comprei um Cobalt, e não me arrependo,economico,ótima posição de dirigir,responde rápido a manobras,tem boa aceleração,e é mais potente como muitos 1.6 que tem por aí.A carroceria é alta
    uma nova concepção.Quanto a frente, é questão de acostumar,pois é totalmente diferente da mesmice
    que tem por aí.Um ótimo “automóvel”. Quanto as comparações com o versa, me desculpem,mas a nissan só carro feio.E quando se vê comentários contrários a GM,deve ser algumas crianças que
    nem dirigir sabem.

RESPONDER

Comente aqui
Por favor, digite seu nome aqui