11
fev
14

JAC T8 inaugura segmento de Maxivan no Brasil

Postado em Lançamento por Danilo Ferreira - Comments

Maxivan? O que é isso? Van não é Ducato, Sprinter, Transit? Furgão é mais correto para definir esses 3 concorrentes do (ou seria da?) Jac T8. Maxivan é um tipo de van para transporte executivo – especialmente daquele tipo “gringo saindo do aeroporto para ir ao hotel” ou mesmo “família de 5 pessoas saindo para viajar no exterior com bagagem mas não quer pagar 2 taxis”. A T8 vem brigar bem nesse nicho, de transporte executivo, geralmente feito por hoteis em Corollas e Fusions, ou mesmo com furgões (ok, pode chamar de Van), com a vantagem de levar 7 pessoas ao invés de 5, com muito espaço e mais de 1000 litros de bagagem sem rebater os bancos.

Resized-IMG_5389

Clique aqui para ler mais

O espaço é fantástico. É tão grande que poderia levar 12 pessoas sem aperto (mas sem bagagem), mas a montadora optou por deixar os passageiros extremamente confortáveis, com poltronas que giram (as da segunda fileira) e transformam o carro em uma sala de estar, e com muito espaço para bagagem – mais do que o dobro dos sedãs do mercado. São 1310 litros de porta-malas. Se remover a última fileira de bancos, que tem 3 lugares, o carro fica com 4550 litros de capacidade, mais 4 pessoas confortavelmente instaladas. Sem os bancos dos passageiros, o carro chega a 4800 litros de capacidade, praticamente um furgão de carga.

Resized-IMG_5398

O desenho não foge do padrão das Maxivans da Europa, entre elas a VW Multivan, Ford Transit e Mercedes-Benz Viano, assim como suas medidas, que são de 5,1m de comprimento, 1,84 de largura e 1,97 de altura. Medidas generosas, que permitem passageiros de mais de 1,90 se instalarem com muito conforto no carro.

Resized-IMG_5383

As portas traseiras são corrediças em ambos os lados, facilitando muito o embarque dos passageiros. O motor é um 2.0 turbo, com intercooler, que entrega 175 cavalos e 26.5kgfm de torque, que, durante teste, foram suficientes para empurrar o carrão que pesa mais de 2 toneladas, mais 6 passageiros, a 120km/h sem dificuldade.  O câmbio, de 6 marchas, ajuda na tarefa.

Resized-IMG_5329

O interior tem um acabamento esmerado – sumindo de vez com o preconceito contra produtos chineses. Bons materiais no painel, bancos em couro (opcionais) de ótima qualidade, bons encaixes e uma sensação de carro bem feito.

Resized-IMG_5354

Ah mas o carro é bom em tudo? Bom… nenhum carro é perfeito. O carro sofre um pouquinho em baixa rotação,  até que a turbina entre em ação. Depois da turbina entrar (e de um agradável assovio ser audível), o carro deslancha facilmente. A suspensão achei um pouco mole, e o carro pareceu flutuar acima de 110km/h.  E o ruído do motor é um tanto áspero. Sobram tomadas 12v, mas uma 110v seria perfeito, especialmente para transportes de executivos. Um compartimento refrigerado também viria bem a calhar.

 

Falando em refrigeração, o carro tem 2 ar condicionados independentes, um para o motorista e passageiro da frente e outro para os passageiros de trás – e que ar condicionado! gela o interior do carro inteiro rapidamente, mesmo sendo imenso. Abaixo, uma foto do controle de ar condicionado dos passageiros de trás.

Resized-IMG_5402

O painel, como pode ser visto nas fotos abaixo, é bonito e conta com computador de bordo, mas, outro defeito, só mostra o consumo em Litros/100km (que é uma continha que não faz sentido nenhum, embora seja utilizada na maioria das medições da Europa). Ah, e visualizar o computador de bordo no sol foi complicado, assim como o display do ar condicionado digital, que sempre tinha um reflexo atrapalhando.

Resized-IMG_5331

O carro conta com airbag duplo, abs com ebd, rádio MP5 com tela touch e entrada usb, 3 tomadas 12v, 6 porta copos, sensor e câmera de ré, rodas de liga-leve e até aquecimento dos bancos dianteiros (quase inútil no Brasil!)

Resized-IMG_5352

O preço? R$114.990. Peraí, mais de 100 mil por um carro chinês? Sim. Mas vale? Sim. É algo único no mercado – o mais próximo (na proposta) no mercado é a Chrysler Town and Country, que custa mais de 200 mil reais. E as Vans tipo Ducato, Sprinter e Renault Master não tem nem de longe o conforto da T8 – embora  tenham muito mais capacidade e motor diesel, não tem esse nível de acabamento, maciez e silêncio a bordo. A garantia é de 3 anos para uso particular e de 1 ano para uso profissional ou frotista. O publico alvo da T8 é esse – quem trabalha com transporte executivo, hotéis, serviço de transporte para aeroportos e taxistas (inclusive o carro já está homologado para taxi!) Se vai dar certo? É uma aposta ousada, trazer um veículo que não tem similar no mercado, e só o tempo dirá. Minha opinião? Tem tudo para dar certo.

Confira mais fotos abaixo!

 

Resized-IMG_5395

Resized-IMG_5398

Resized-IMG_5380

Resized-IMG_5383

Resized-IMG_5389

Resized-IMG_5391

Resized-IMG_5392

Resized-IMG_5394

 

 

 

Compartilhe este artigo:
  • Twittar este post
  • del.icio.us
  • Compartilhar no Uêba
  • Compartilhe no Orkut
  • dihitt
  • gafanhoto
  • linkk
  • Live
  • StumbleUpon
  • Technorati
  • GBuzz