18
mar
11

JAC Motors chega no Brasil apostando alto

Postado em Lançamento por Simone Sterpeloni Ferreira - Comments

Uma das marcas mais aguardadas da nova safra de montadoras de automóveis que chegam ao País, a JAC Motors Brasil anuncia sua abertura oficial, com a inauguração de uma rede inicial de 50 concessionárias. A abertura simultânea de toda a estrutura comercial e de serviços acontece hoje, 18 de março, em 28 cidades brasileiras. É a primeira vez na história que uma fabricante de automóveis faz um lançamento desta proporção.

J3

J3 Turin

Clique aqui para ler mais

Estatal chinesa mais conhecida como JAC Motors, chega ao Brasil com a promessa de movimentar o setor automotivo, com uma nova geração de carros que aliam segurança, robustez, desempenho e conforto. O responsável pela chegada da marca em solo brasileiro é o empresário Sergio Habib, presidente do Grupo SHC, reconhecido como o maior grupo de revendas de automóveis do País. Habib torna-se presidente da JAC Motors Brasil, empresa responsável pelo marketing, comercialização, assistência técnica, serviços pós-venda e distribuição de peças originais da marca no Brasil.

Com investimento superior a R$ 380 milhões, que inclui a formação da rede de concessionárias – das 50 lojas iniciais, 35 são próprias, as demais são de investidores nomeados -, marketing, adaptações nos carros e despesas operacionais, a JAC Motors Brasil nasce estruturada para ganhar espaço considerável no mercado nacional. “Até o final de 2011, pretendemos atingir 35 mil veículos comercializados, o que representa 1% do mercado nacional”, afirma Sergio Habib, presidente da JAC Motors Brasil.

Os modelos de estreia

A partir de 18 de março, os brasileiros poderão adquirir os modelos de estreia da JAC Motors Brasil, o J3 e o sedan J3 Turin. Ambos terão versão única, com todos os itens de série: air bag duplo, direção hidráulica, vidros e travas elétricas, freios ABS de 8ª. geração e EBD, ar condicionado, MP3 Player para CD e USB, sensor de estacionamento, rodas de liga leve aro 15″, faróis de neblina, farois com regulagem elétrica e suspensão traseira independente. Os preços são R$ 37.900 para o J3 e R$ 39.900 para a J3 Turin. O único opcional é a pintura metálica, por R$ 990 bancos em couro são oferecidos como acessórios pela rede.

A estratégia adotada pela empresa para conquistar esta representativa fatia do mercado é a oferta de carros que foram pensados para consumidor brasileiro. No total, foram 242 alterações no modelo, se comparado à plataforma original que é comercializada no mercado de origem. “Não adiantaria simplesmente trazermos um carro, sem o entendimento das exigências e das particularidades do brasileiro quando o assunto é carro. Estudamos todos estes fatores e estamos entregando, seguramente, carros competitivos para o mercado”, afirma o executivo.

J3

J3 Turin

Garantia de 6 anos sem limite de quilometragem e assistência 24 horas

Exaustivos testes de performance e durabilidade foram executados ao longo dos últimos dois anos, resultando em mais de 2 milhões de km rodados. Os resultados, extremamente satisfatórios, fizeram com que a JAC Motors Brasil tomasse uma decisão inédita no mercado: oferecer, neste início, a garantia total de 6 anos sem limite de quilometragem.

De modo complementar ao período de garantia, a JAC Motors Brasil proporciona, ainda, assistência 24 horas nacional por 2 anos após a compra, em parceria firmada com a Porto Seguro. Através de uma agressiva política de preços de peças, os modelos J3 e J3 Turin terão, desde já, os componentes de reposição mais baratos do seu segmento.

Por ocasião disso, inclusive, A JAC promete que seus modelos terão as mais baixas cotações de seguros do mercado.

 

 

Compartilhe este artigo:
  • Twittar este post
  • del.icio.us
  • Compartilhar no Uêba
  • Compartilhe no Orkut
  • dihitt
  • gafanhoto
  • linkk
  • Live
  • StumbleUpon
  • Technorati
  • GBuzz

Comentários

  1. Luiz Yogui disse:

    Vi um hoje mesmo na rua, e conversei por um bom tempo com um gerente de concessionária em uma ação de marketing realizada no shopping Aricanduva, onde inclusive, os primeiros J3 serão entregeues hoje com a apresentação de Fausto Silva.
    Consegui dar 2 voltas com ele no estacionamento do shopping, e o carro é absurdamente confortável e gostoso de dirigir. Meus pensamentos voltados à comprar um Fox em Junho já estão migrando para o JAC. Com a alta do álcool, o motor 1.4 somente gasolina passa a ser uma opção viável!

  2. Ta apostando alto… RT: @Autozine: Post sobre a @jacmotors_br http://bit.ly/gD0b23

  3. Tell Araujo disse:

    Já vi o J3 aqui em Salvador, e gostei! RT @danilogordo Ta apostando alto… RT: @Autozine: Post sobre a @jacmotors_br http://bit.ly/gD0b23

  4. Pablo Ribeiro disse:

    JAC Motors chega no Brasil apostando alto http://goo.gl/RHfaI

  5. Renan Guerreiro disse:

    É isso aí! Mais uma montadora para eletrizar a concorrência no país, quem sabe assim as montadoras nacionais baixam os preços. Fuuiiii!

  6. Alberto disse:

    Estava faltando alguém que entrasse com toda no mercado brasileiro de automóveis. Desde sempre, ar condicionado e direção hidráulica são opcionais nos carros brasileiros, todos! Nos Estados Unidos, na Europa e em qualquer país, estes ítens já deixaram de ser opcionais faz muito tempo. Espero que esta empresa dê uma sacudida nos empresários jurássicos brasileiros. Boa sorte a Jac Motores. Que os fabricantes tradicionais aprendam que os chineses com olhos apertados já enchergam muito bem, imaginem se abrirem os olhos!

  7. Luciano Marins disse:

    Ontem a Jac me ligou para fazer o test drive do J3. Hoje cedo estive na Concessionária da Jac em Alphaville e conheci o recém-chegado.
    O design me agradou logo de vista. Bem acabado, carro completo. Não consigo pensar em nenhum carro que já esteja a venda no Brasil que saia completo da loja, sem opcionais. Neste quesito, ele merece 10.
    Ao receber a chave para o Test drive, também gostei do formato da chave, não é como algumas chaves que existem que ocupam tanto espaço que seria necessário levar uma mochila para carregar ela, porque não caberia no bolso da calça.
    Entrei no carro e logo de cara o banco me abraçou, tem um formato em que o corpo se acomoda nele. Ajustei os retrovisores que tem ótima visualização, coloquei a chave no contato e dei a partida.
    O motor eu nem consegui escutar de tão silencioso. Embreagem extremamente leve, cambio macio e resposta rápida do acelerador.
    O painel mostra com clareza as informações necessárias para o motorista e é agradável. Tudo fica à mão para o motorista acessar sem grandes problemas.
    A dirigibilidade é ótima, leve, confortável e ligeiro nas manobras. Os engates do câmbio são suaves e mesmo com a diferença da potência em relação ao meu carro atual, que tem 1.8 16V, ele é ligeiro, mesmo com o ar-condicionado ligado.
    Para quem está pensando em conhecer o carro, não perca tempo. Vá até uma concessionária, agende seu test drive e conheça este novo carro. Não se deixe enganar só porque é um chinês. Ele merece uma atenção e até mesmo entrar na nossa lista de prováveis aquisições.
    Na concessionária, me informaram que em breve chegará o J5 e logo mais o J2 (o menor da família).
    Sinceramente este carro entrou na minha lista de opções.

  8. Bruno disse:

    Não creio que seja uma opção de compra nesse momento, é bom aguardar os primeiros lotes rodarem para se formar uma opinião segura se presta ou não mas com toda certeza, quanto maior a concorrência melhor serão os carros nacionais quanto à qualidade e menores os valores. Agora se o carro se mostrar um furo na água, ele não será visto como ameaça às demais montadoras e nem fará cosquinha na concorrência!
    Cuidado!!! Lembrem-se, vêm da China!!!

  9. Luis Eduardo DE Sousa Santana do Ó disse:

    Seja bem vinda.