A Chevrolet apresentou o Cobalt com motor 1.8. O modelo, que antes tinha um motor 1.4 e só opcão de câmbio manual, ganha  mais torque, potência e um moderno câmbio automático de 6 marchas, o mesmo usado no Cruze, Sonic e Spin.

Clique aqui para ler mais!

As mudanças no visual são mínimas – ambas as versões ganham aerofólio traseiro, a LTZ também ganha novas rodas diamantadas, faróis dianteiros com mascara negra, lanternas traseiras com lente transparente e sensor de estacionamento. A LT ganha novas calotas. No interior, o volante do LT automático (e de todos os LTZ) ganha revestimento em couro, luzes de leitura traseiras, piloto automático (para os automáticos) e acabamento cromado no cluster de instrumentos.

Mas o que importa mesmo está debaixo do capô – apesar do motor ter 108 cv (só 4cv a mais do que a 1,4), o motor tem 17.1kgfm de torque, 4.1 k a mais do que o motor 1.4. Isso se traduz em arrancadas BEM mais vigorosas e condução mais ágil – um dos problemas que encontramos na avaliação que fizemos do Cobalt 1.4 era realmente a falta de força nas saídas, com a primeira marcha parecendo muito longa. Com o 1.8, esse problema desaparece.

Abaixo, as novas rodas do modelo. Bonitas.

O farol com mascara negra é bonito e melhora a aparência do carro.

O câmbio automático de 6 marchas é  moderno e o mesmo que equipa o Cruze, Spin e Sonic – uma ótima opção na faixa de preço dele.

O painel, como pode ser visto acima, ganha 2 faixas cromadas – tem leitura fácil e é moderno. Abaixo o carro com as lanternas traseiras de lentes transparentes, encontradas na versão topo de linha, a LTZ

Abaixo a foto com a Spin, modelo com o qual divide a plataforma, motor e câmbio. Dois carros que farão sucesso entre os taxistas, pelo baixo preço e (imenso) espaço interno. A GM informou que existe uma fila de 6 a 8 meses para taxistas comprarem o Cobalt. Dá pra entender – o Cobalt é um carro maior que o Vectra pelo preço de um carro compacto.

O preço?

LT – R$ 43.690
LT Automático – R$ 46.690
LTZ – R$ 46.990
LTZ Automático – R$ 49.990

Todos contam com duplo airbag, ABS, ar condicionado, direção hidráulica, vidros elétricos (dianteiros na LT, nas 4 portas na LTZ) e travas elétricas.

A LTZ também conta com rádio com USB e bluetooth, acabamento cromado no painel e na tampa do porta-malas, rodas de liga-leve, sensor de estacionamento e faróis de neblina

É uma ótima opção, com o câmbio mais moderno do mercado (no segmento). Se vai vender? Vai fazer sucesso entre a classe média, taxistas e forças policiais (não tem cara de viatura?)

Assista abaixo o vídeo do teste do carro, na pista de testes da GM – é uma pista feita para testar a durabilidade dos carros e acertar a suspensão (muito bem acertada, por sinal)

 

Compartilhe este artigo:
  • Twittar este post
  • del.icio.us
  • Compartilhar no Uêba
  • Compartilhe no Orkut
  • dihitt
  • gafanhoto
  • linkk
  • Live
  • StumbleUpon
  • Technorati
  • GBuzz

Comentários

  1. pedro disse:

    ele e lindo

  2. Emerson disse:

    O carro ficou otimo de motor, cambio carroceria , so o que matou o carro foram essas rodas ridiculas.