25
mar
13

BMW Brutus: O nome já diz tudo

Postado em Inusitados por Roberto Camara Jr. - Comments

Depois da 2ª Guerra Mundial, houve um excedente de motores de avião na Alemanha devido às condições de sua rendição aos Aliados. Algum mecânicos então tiveram a brilhante ideia de usar estes motores em um carro. Conseguiram uma BMW VI de 1926, um V12 de 46 cilindradas e o transformaram no Brutus.

Não foi primeira vez que um motor de avião foi usado sobre rodas. Antes disso, o Rail Zeppelin, um trem impulsionado por uma hélice, alcançou a marca de 230km/h na década de 30. Um feito incrível.

Na continuação do post você confere mais imagens deste verdadeiro brutamontes sobre rodas.

Fonte

Compartilhe este artigo:
  • Twittar este post
  • del.icio.us
  • Compartilhar no Uêba
  • Compartilhe no Orkut
  • dihitt
  • gafanhoto
  • linkk
  • Live
  • StumbleUpon
  • Technorati
  • GBuzz

Comentários

  1. Luiz Augusto disse:

    46 cilindradas? O mesmo que uma Mobilete?

    1. Cristian disse:

      São 46 litros, no nosso linguajar seria 46.0

  2. Que máquina ein, nossa, um monstro de carro, kkkkkkk, é bonito e chama atenção.