O engenheiro Pedro Manuchakian (na foto abaixo junto com Emerson Fittipaldi) se aposentará da General Motors do Brasil no próximo dia 1.o de janeiro de 2013, empresa na qual trabalhou nos últimos 41 anos. Aos 65 anos de idade, ele encerra seu ciclo na empresa na condição de vice-presidente da Engenharia de Produto da GM América do Sul e foi um dos grandes responsáveis pela recente renovação de boa parte do portifólio Chevrolet, que incluiu o lançamento de nove novos modelos de veículos nos últimos 15 meses, ou seja, de setembro de 2011 a novembro de 2012.

Pedro Manuchakian começou a trabalhar na GM aos 24 anos como engenheiro de projeto, assim que se formou no curso de Engenharia Mecânica da FEI – Fundação Educacional Inaciana Padre Sabóia de Medeiros, de São Bernardo do Campo (SP). Ele ocupou vários cargos de liderança na Engenharia de Produto até chegar à diretoria desta área. Seu lugar será ocupado por William Bertagni, atual diretor executivo da engenharia de Produto da GM América do Sul – anteriormente ele atuou como diretor de engenharia para pequenos veículos globais, na unidade da GM Coréia do Sul.

“O papel desempenhado pelo Pedro Manuchakian nestas últimas quatro décadas foi fundamental para a contínua evolução da engenharia da GM e só temos a agradecer e enaltecer todas as contribuições feitas”, destacam Jaime Ardila e Grace Lieblein, respectivamente presidentes da GM América do Sul e GM do Brasil.

Marcos Munhoz, vice-presidente da GM do Brasil, acrescenta que a liderança de Pedro Manuchakian foi expressiva para o processo de renovação e modernização da linha Chevrolet no Brasil: “Ele conduziu a inclusão da GM brasileira no contexto mundial da GM e podemos citar, por exemplo, desde a criação e desenvolvimento do Meriva, e mais recentemente, com as chegadas de modelos como Cobalt, nova S10, Spin, Trailblazer e Onix”.

Nos últimos anos a GM do Brasil transformou-se por completo, deixando de trazer os projetos das outras unidades da empresa no mundo, e credenciando-se como um dos cinco centros globais capazes de criar veículos desde sua concepção, passando pelo seu desenvolvimento e produção. Atualmente vários modelos desenvolvidos pela subsidiária brasileira já são produzidos em outras unidades da GM no mundo, a exemplo da S10 e do Cobalt.

Carreira de Manuchakian

Pedro Manuchakian nasceu em três de janeiro de 1947, em São Paulo. A partir do seu ingresso na GM, em quatro de junho de 1971, atuou em várias áreas da Engenharia de Produtos e teve também uma breve passagem pela área de Planejamento.

Dentre seus principais desafios profissionais destacam-se a criação e implantação do Campo de Provas da Cruz Alta – CPCA, em Indaiatuba (SP), um dos mais completos e modernos da GM global, e a modernização das atividades da Engenharia Experimental com a construção de uma nova fábrica de protótipos. Ele também destacou-se no desenvolvimento e criação de plataformas como as da picape S10, Corsa, Meriva, além do lançamento do motor Flexpower na linha Chevrolet, para a utilização, em qualquer proporção, dos combustíveis etanol e gasolina.

Nos últimos anos atuou como responsável pelos Centro Tecnológico, Engenharia Experimental e Engenharia do CPCA. Recentemente trabalhou nos novos modelos como Cobalt, nova S10, Trailblazer e Onix.

Manuchakian sempre buscou também estimular o desenvolvimento da capacitação profissional da engenharia nas próprias escolas, tendo sido o incentivador de implantação do programa PACE na Escola Politécnica, da Universidade de São Paulo – USP, e, mais recentemente, na FEI, onde se formou na juventude.

 

Compartilhe este artigo:
  • Twittar este post
  • del.icio.us
  • Compartilhar no Uêba
  • Compartilhe no Orkut
  • dihitt
  • gafanhoto
  • linkk
  • Live
  • StumbleUpon
  • Technorati
  • GBuzz