TAGS: ,

Conceitos Mustang (1)

A Ford apresenta um projeto do Mustang que vai marcar os 50 anos do “pony car”, desde o seu primeiro lançamento em 1964. A
marca mostra uma história de conceitos e protótipos que não passaram da fase de estudos.

Os técnicos da Ford construíram e testaram inúmeros carros que tinham como meta ostentar o símbolo do cavalinho galopante.
Mas só uma pequena fração deles realmente entrou em produção.

O Avanti foi uma das primeiras apostas de como seria um esportivo pequeno, no padrão americano, de quatro lugares. O cupê
rebaixado foi apenas um dos inúmeros estudos de design avaliados até a direção da Ford aprovar a produção do Mustang.

Conceitos Mustang (2)

O Mustang também usou como ponto de partida a plataforma do “compacto” Falcon de duas portas e uma versão de quatro portas
do “pony car” foi pensada como forma de completar essa ideia. Outra que não avançou.

Em 1967, os designers da Ford resolveram retomar um dos conceitos originais do projeto do Mustang de 1962, adotando uma
nova proposta de forma e de nome. Tendo como base o cupê Avanti, toda a área envidraçada foi removida e substituída por um
para-brisa baixo, de estilo speedster, com nova traseira e para-lamas em formato de asa. Como a Studebacker, hoje extinta,
já tinha usado o nome Avanti em sua linha, o conceito retrabalhado foi chamado de Allegro II, remetendo a um dos primeiros
estudos de design do carro.

Antes, em 1966, O conceito Mach 2 tinha motor V8 Hi-Po 289 foi transferido da frente para trás dos bancos, estudo que
serviu para a sua avaliação como um possível sucessor do Shelby Cobra.

Conceitos Mustang (3) Conceitos Mustang (4)

Compartilhe este artigo:
  • Twittar este post
  • del.icio.us
  • Compartilhar no Uêba
  • Compartilhe no Orkut
  • dihitt
  • gafanhoto
  • linkk
  • Live
  • StumbleUpon
  • Technorati
  • GBuzz