Salão do Automóvel de Tóquio (3 Páginas de fotos!)

14
563

De sábado (dia 27/10) até o dia 4 de novembro, os fabricantes de carros japoneses mostram toda a sua força no Saão do Automóvel de Tóquio.

E põe força nesta história. Este ano são 520 carros de 250 expositores de 11 nacionalidade diferentes e, claro, tecnologia é a palavra de ordem.

Com a marolinha crise financeira mundial, os chamados “carros verdes” – que não usam combustível fóssil – são as meninas dos olhos de montadoras e visitantes.

A Nissan, por exemplo, apresenta seu novo modelo de carro elétrico que deverá ser o 1º no mundo a ser produzido em massa, já a partir do ano que vem.

Mesmo assim, em se tratando de um Salão de Automóveis, os carros mais possantes continuam marcando presença, como o GT-R, também da Nissan, que usa conceitos tirados da Fórmula 1, em seu motor, chegando de 0 a 100 em 3,6 segundos

Claro que sendo a parafernália tecnológica não poderia faltar. A Denso, por exemplo, apresenta um sistema que “lê” os olhos do motorista, detectando sinais de cansaço. Enquanto isso, a  Honda criou um caro com lataria flexível para diminuir o risco para os pedrestres, em caso de atropelamento.

Abaixo, uma galeria com as melhores fotos do Salão de Automóveis de Tóquio.

Clique aqui para ver mais

Clique aqui para ir direto para a página 2, e aqui para ir direto para a página 3

Clique aqui para ir direto para a página 2, e aqui para ir direto para a página 3

14 COMENTÁRIOS

  1. Primeiramente, uma coisa que achei muito legal e positiva nesse salão de Tóquio é o fato de que as modelos são lindas e não são vulgar. As “modelos” no salão do automóvel de São Paulo, onde inclusive eu estive ano passado, estavam como que um instrumento apelativo, tornando o lugar inviável para se ir com a familia e com crianças. Mas voltando aqui ao Salão de Tóquio, os carros são maravilhosos e modernos, enchem os olhos com tanta beleza e tecnologia, parabéns aos organizadores.

  2. Gostei deste carro conceito de dois lugares da nissan, o “land glider”. Só não fui muito com a parte de trás. O LF da toyo ta também é interessante.

  3. Talvez, se houvesse postos com recarga elétrica através de baterias, as quais seriam trocadas quando vasias, semelhante ao feito com a garrafa de 20 litros de água, os carros elétricos poderiam ganhar mercado aqui, já que poderia existir assistência técnica e não haveria preocupação com a manutenção da bateria, que seria trocada no posto.
    Sem tomadas.
    A energia seria adquirida dependendo do tempo que o técnico leva para trocar de bateria descarregada (que seria recarregada ou reciclada pelo uso e no local) para uma carregada.
    A obtenção de energia pode ser conseguida com eenrgia eólica, por exemplo.
    Uma extravagância seria o uso de fezes humanas para se obter gás metano, um combustível venenoso que pode ser convertido em eletricidade, bem menos perigosa e aplicável no assunto.
    A existência de empresas nacionais concorrentes, no setor automobilístico, reduziria o custo do produto, aumentando a compra deste.

    As fotos estão ótimas.
    Concordo com Marcus Vinicius.
    🙂

RESPONDER

Comente aqui
Por favor, digite seu nome aqui