03
jan
12

Como dirigir na chuva, e sem medo

Postado em Editorial, Segurança por Rafael Moreira - Comments

É impressionante como tem gente que não sabe dirigir na chuva. Alguns não reduzem a velocidade, andam como se tivessem no seco, já outros reduzem a velocidade excessivamente. Parte disso recai sobre o nosso sistema de habilitação, que sequer exige um número de aulas a noite. Muito menos em situações adversas, com chuva e neblina (claro que a reprodução disso é complicada, mas é essencial para um bom motorista). Portanto gostaria de compartilhar algumas dicas que me ajudam muito a cada chuva que tomo com meu carro, e não são poucas… Clique aqui para ler o resto do artigo!

Calma, zé!

No seco, a única coisa que os pneus têm de lidar como resistência são o ar e o piso. Com chuva, vencer a água é muito mais difícil, o que é agravado por desníveis, poças e buracos.

Não há um segredo de velocidade certa pra cada chuva, a velocidade ideal é aquela que você tem total controle sobre o veículo e caso um imprevisto aconteça, que você não “trave” (é natural de nosso instinto quando estamos inseguros) quando se precisar desviar ou frear fortemente diante de um problema. Mas uma velocidade que dizem ser quase “impossível” de aquaplanar com pneus bons é de 80Km/h. Acima disso a maioria dos carros começa a perder tração, dependendo do volume de água na pista.

Mantenha distância

Especialistas dizem que no seco você deve manter a distância de “2 segundos” ou “dois carros” do veículo da frente. Você pega um ponto de referência (um poste, por exemplo) e seu veículo deve passar ali, a no mínimo, 2 segundos depois do carro da frente.

É algo simples de fazer e de fato ajuda a ter uma reação, só que o espaço de frenagem muitas vezes duplica ou até triplica no molhado, portanto, mantenha distância de pelo menos 3 ou 4 segundos do veículo da frente. Você não toma aquela ‘névoa’ resultante dos pneus escoando a água e caso aconteça algum problema você tem tempo e espaço pra frear decentemente (minimizando até os riscos de alguém bater na sua traseira).

Siga o rastro

Devido a alta qualidade da pavimentação brasileira (sic), é comum ondulações e depressões que formam poças e até “lagoas” em ruas, e se você tiver que cruzá-las ou estiver numa chuva muito forte e seus pneus não estarem muito bons, siga o ‘rastro’ deixado pelo carro da frente. Ele “abre caminho” na água, afastando ela e deixando pra você menos água pra seus pneus escoarem.

Aproveite pra observar também o traçado do veículo: Ao desviar ou passar por buracos, você se previne e desvia antecipadamente e com mais calma. Em situações de baixa visibilidade e/ou a noite você também pode se orientar através das faixas.

Olhos de águia

Um costume muito ruim é de alguns dirigirem olhando somente para o carro da frente. Freia-se forte, passa-se raiva e é uma das grandes causas de acidentes, junto a “andar colado”.

Enxergar adiante pode lhe salvar várias vezes. Ao ver uma retenção de tráfego ou uma situação de risco, você dá distância e pode frear com mais calma, especialmente se há um caminhão ou outro veículo pesado atrás de você.

Evite as bordas e poças

Nossas ruas não são 100% planas, possuem um ‘caimento’ nas laterais justamente pra ajudar o escoamento de água, porém mesmo ele não consegue dar vazão a toda a água e se torna um ponto com muita água e sujeira parada, o que pode incluir pedras, pregos e etc.

Procure se manter mais próximo do centro da pista, justamente para evitar imprevistos como esses. E cuidado também com poças, pois dependendo podem esconder um buraco dos grandes, e um baita prejuízo também…

Considere faróis auxiliares

Ao contrário do que muitos pensam, faróis auxiliares ou de neblina não te ajudam a enxergar mais longe (pra isso existem os milhas), eles focam mais o chão de forma a facilitar a visualização da pista e por aqui ajuda muito a escapar de buracos e etc. Se você dirige muito por caminhos mal iluminados durante chuvas, um kit de faróis auxiliares podem ser uma bela ajuda. Ah, e se houver neblina, não acione farol alto, pois piora ainda mais a visibilidade.

Ao transpor enchentes

Essa acho que todo mundo já sabe mas não custa lembrar: Ao passar por áreas muito alagadas, observe se a altura da água não ultrapassa a metade das rodas de seu carro. Acima disso pode até passar, mas ao custo de muito esforço do motor e o risco de calço hidráulico, quando o motor trava pela entrada de água e pode causar danos graves e até mesmo inutilizar o mesmo.

Verificado isso, é essencial que se passe mantendo marchas mais reduzidas, para que você possa passar mantendo uma aceleração, e assim evitar que entre água pelo escapamento, entupindo e fazendo com que o motor ‘morra’. Quanto mais curta a marcha, melhor.

Não tenha medo de parar

Se a chuva apertou mesmo e por mais que você siga as dicas deste post, você não consegue enxergar nada, nem mesmo as lanternas adiante, não abuse. Reduza a velocidade e procure um local SEGURO para descansar e esperar a chuva diminuir. Mas só pare no acostamento em último caso e com a devida sinalização (ao menos alertas e lanternas ligados). Muitos acidentes acontecem por um dos envolvidos não enxergar as faixas e acaba invadindo o acostamento sem querer.

Ah, e sinal de alerta só se usa com o carro parado ou diante de uma situação de emergência, para pedir ainda mais atenção de quem vem atrás para uma redução brusca de velocidade. Vejo muitos usando isso em movimento e por melhor que seja a intenção, é errado.

Photos: Wunderland [1] [2], Pixdaus,  NCP

Compartilhe este artigo:
  • Twittar este post
  • del.icio.us
  • Compartilhar no Uêba
  • Compartilhe no Orkut
  • dihitt
  • gafanhoto
  • linkk
  • Live
  • StumbleUpon
  • Technorati
  • GBuzz

Comentários

  1. Divulga! Web! disse:

    Como dirigir na chuva, e sem medo http://t.co/2n0h5Unq

  2. Lucas Amaral disse:

    Como dirigir na chuva, e sem medo http://t.co/2n0h5Unq

  3. Pereirinha disse:

    Muito útil essa dica, do @autozine, para quem mora em Belém: como dirigir na chuva, e sem medo. http://t.co/nsp7kzuE

  4. Pereirinha disse:

    Eu já havia tuitado isso, mas vale republicar com essa chuva em Belém: Como dirigir na chuva, e sem medo. http://t.co/BSLHmbfx

  5. "Como dirigir na chuva, e sem medo" http://t.co/mZVbAPgW

  6. Como dirigir na chuva, sem medo – http://t.co/kkWmUcq5 (via @autozine)

  7. É impressionante como tem gente que não sabe dirigir na chuva… e você sabe a maneira correta? http://t.co/gWlx8CFJ

  8. É impressionante como tem gente que não sabe dirigir na chuva…e você sabe a maneira correta? http://t.co/hUjdC07B http://t.co/8hpfAXPl

  9. Mercurio disse:

    Neste feriadão REDOBRE seus cuidados nas estradas quando estiver chovendo. http://t.co/SWWbTiPk

  10. Mercurio disse:

    Como dirigir na chuva, e sem medo http://t.co/qWz0kVQ7

  11. O Borrachão disse:

    […] Fonte: Autozine […]