Décadas antes de Emerson Fittipaldi ser o primeiro brasileiro a vencer um campeonato de Fórmula 1, vibrarmos com Nelson Piquet e Ayrton Senna, outro sul-americano dominava as pistas de corrida: O argentino Juan Manuel Fangio, correu 51 grandes prêmios, conquistando 24 vitórias, 29 pole positions, 23 recordes de volta e cinco títulos mundiais – façanha que só foi igualada 45 anos depois por Michael Shcumacher que ainda venceria outros 2 campeonatos.

Como se não bastassem os recordes conseguidos na pista, a Mercedes-Benz W196R usada por Fangio em 1954, quebrou 3 recordes ao ser vendida em um leilão por US$29,650,095.00:

  • A Mercedes-Benz mais cara já vendida,
  • O carro de Fórmula 1 mais caro já vendido
  • O carro mais caro já vendido em um leilão.

Nada mal para um “senhor” de 59 anos de idade, não?

Sobre o feito,Robert Brooks, presidente da casa de leilões Bonhams disse:
“Já cuidei de alguns dos mais desejados e importantes carros durante uma carreira de 5 décadas como leiloeiro mas atingi um ápice hoje com este carro de Grand Prix legendário. É um privilégio pessoal presidir sobre a venda deste veículo que, não somente é um dos mais importantes carros do século 20, mas também o mais importante carro de corrida já colocado à venda.”

Fontes: 1, 2 e 3

Compartilhe este artigo:
  • Twittar este post
  • del.icio.us
  • Compartilhar no Uêba
  • Compartilhe no Orkut
  • dihitt
  • gafanhoto
  • linkk
  • Live
  • StumbleUpon
  • Technorati
  • GBuzz