03
fev
12

Avaliação – JAC J6

Postado em Avaliação por Danilo Ferreira - Comments

A JAC Motors nos cedeu uma minivan J6 para testarmos por 8 dias – e essa é a avaliação completa. A J6, aposta da JAC para concorrer com a já cansadas Zafira e Picasso, custa, na versão 7 lugares, R$57,800. Preço que não inclui os bancos de couro ou as rodas de aro 17 da unidade avaliada, mas o carro vem recheado – ar condicionado digital, direção hidráulica, vidro elétrico nas 4 portas, airbag duplo, abs com ebd, CD player com USB e MP3, travas e retrovisores elétricos.

Clique aqui para ler mais

A J6 é bonita. E grande. A sensação de espaço é ótima, e tem espaço para 5 adultos altos (e 2 crianças viajando nos bancos extras). Ao retirar os bancos traseiros (ou mesmo dobra-los) um gigantesco porta-malas se revela, com 720 litros com os bancos removidos. O espaço interno é maior do que o da Zafira – veículo que é baseado no médio Astra. Os bancos originais, de veludo, são muito confortáveis, e todos reclinam (inclusive os 2 extras).

Abaixo, o belo conjunto óptico, cujas formas já são são a identidade visual da montadora chinesa.

Mas é claro, nem tudo no carro é bom (e em qual carro abaixo de 300 mil é tudo perfeito?). Abaixo, a antena, impressa no vidro, tem recepção fraca e chia muito – e é o mesmo problema encontrado no J3. (e por acaso, mesmo problema do Chevrolet Classic!)

O painel é bonito e de fácil leitura, mas as cores “a la Volkswagen” já cansaram. Iluminação âmbar ou pelo menos sem os ponteiros vermelhos seria menos cansativo. Ao menos o modelo oferece regulagem de intensidade da iluminação, ausente no J3.

O relógio tem leitura fácil, e lembra os antigos relógios da Ford, presentes no Corcel II, Del Rey e Belina. Agradável. Mas… cadê o DVD da unidade apresentada para a imprensa a um tempo atrás, no vídeo de apresentação? JAC, mantenha o relógio e traga o DVD, com telas traseiras – as famílias agradecem!

Abaixo, o rádio. A despeito da recepção ruim da antena, o som é ótimo, quando se usa um CD ou MP3. O problema é o mesmo do J3, ao invés de uma porta USB, tem que se ligar um cabinho para conectar o pen-drive. Mas não tira o mérito do bom rádio – que conta com comandos no volante.

  • Abaixo, o controle do ar-condicionado digital. E o ar gela mesmo. E conta com saídas traseiras. Ponto positivo.

Abaixo, o volante, que conta com ótima pegada e revestimento em couro. Só um detalhezinho – a buzina é difícil de acionar. Funciona melhor quando acionada pela parte de baixo do volante, e não pelas laterais (onde seria natural)

O pomo do câmbio parece o do Ford Focus 2.0. Bonito. O câmbio é bom, com ótimos engates.

Abaixo, o carro com os bancos rebatidos. Ao se remover todos os bancos, a capacidade passa para 2500 litros, o suficiente para uma pequena mudança. Mais abaixo, para demostrar o tamanho, coloquei um colchão de solteiro, que coube sem dificuldades na largura (mas faltou uns 10cm para fechar a tampa)

 Retrovisores com repetidores laterais (o que, na minha opinião, deveria ser lei). Ponto positivo.

Abaixo, o conjunto de rodas 16 que vem no modelo básico.

Veludo de boa qualidade reveste os bancos

Abaixo, o conjunto de rodas aro 17, opcional. As rodas são bonitas, e os pneus de perfil baixo garantem curvas ótimas, melhor que muitos carros pequenos que já dirigi. Mas, em ruas com um péssimo asfalto como em São Paulo, se torna uma armadilha – o carro que testei acabou com uma bolha no pneu.

Abaixo, fotos do lançamento do J6, com o carro em outras cores.

Diamond, a nomenclatura do modelo de 7 lugares da J6

Ao rodar, o carro tem boas reações, e o motor 2.0 de 136 cv é o suficiente para uma condução calma, mas não para correr (o que não é o foco do carro, na verdade).  Na estrada o carro rende bem, embora para ultrapassar é melhor reduzir, o que não é um grande problema. Estável e confortável, conta com mimos como tomada extra no console, para carregar um celular ou ligar um GPS, por exemplo, e regulagem de altura no banco do motorista. O grande problema desse carro é a frente, baixa demais, raspa em inúmeras situações. E o consumo é um pouco alto, cerca de 6,5 por litro na cidade na gasolina, e não oferece opção flex. Um taxista, ao testar o modelo, elogiou muito o tamanho e a facilidade de acesso, bem melhor do que o da Zafira, carro que possui.

Resumindo o interior do J6 em uma palavra? Amplo.

Resumindo o J6 em uma palavra? Vale. Afinal, são 6 anos de garantia, é maior e mais barato que a Zafira e é bonito. Vamos ver com o tempo o que os compradores dizem!

Compartilhe este artigo:
  • Twittar este post
  • del.icio.us
  • Compartilhar no Uêba
  • Compartilhe no Orkut
  • dihitt
  • gafanhoto
  • linkk
  • Live
  • StumbleUpon
  • Technorati
  • GBuzz

Comentários

  1. Carro Novo disse:

    Avaliação – JAC J6: A JAC Motors nos cedeu uma minivan J6 para testarmos por 8 dias – e essa é a avaliação compl… http://t.co/RjaPUgyJ

  2. Olha aí a avaliação da J6, da @jacmotors_br – http://t.co/Uudi9fds

  3. Avaliação do JAC J6, pelo site AutoZine. http://t.co/PJDKyDfz

  4. Bruno Mangilli disse:

    Será que a JAC irá chegar devagar como a Hyundai e tomar conta do mercado ? É o que está parecendo,carros bons e por preços justos.

  5. RT @autozine: Avaliação – JAC J6 http://t.co/t2sjKN4a

  6. NATHALIE disse:

    Este carro é perfeito, meu primeiro carro zero foi um J3 turim da Jac motors, não deu probelam nehum é muito econômico e o freio ABS com EBD dá estabilidade nas curvas. O motor é 16 v mas em baixa rotação funciona em oito. Fora todos os itens de serie, que num carro como o voyage , por exemplo, vc não pagaria menos de 60 mil reais. meu próximo carro vai ser esse J6.

  7. Andre disse:

    Cara comprei uma dessas a alguns dias. Estou adorando. O consumo pelo menos comigo está bem acima dos 6km/l. Estou fazendo algo em torno de 9km/l na cidade e quase 15km/l na estrada. Como vc falou, é um carro familia e não adianta querer fazer ele ter pegada esportiva por que não é isto que ele vai te entregar.

    Sai de um siena 1.8 HLX e realmente na arrancada e retomada ele sofre, mas acho que é valido pelo peso, conforto e estabildade que ele proporciona. Alias, em estabilidade, pode dar uma nota 11!!!! O carro parece que está colado no chão. Nada de ficar fazendo freio motor em serra, voce simplesmente enfia o pé e male mal a carroceria te joga para o lado!!!

    Estou adorando e literalmente em extase com o carro!! O test drive da Zafira não chegou nem perto na minha opniao!!

    Abs

  8. Eduba disse:

    Diferente do André e da menina Nathalie, eu não tenho nenhum Jac e tal, mas pra um carro que chegou no mercado ontem (modo de falar) ta bom demaaaaais, cara. Acho que vão fazer ainda uns ajustes aqui e ali, mas o legal é que eles sempre vem com novas propostas, J6 ataca de 7 lugares, o J5 como sedã com preço de carros menores, o J3 e Turin começaram com a saga do completão. Não é querendo puxar a sardinha, mesmo pq acho o faustão uma merda, mas que é uma marca a se olhar de perto, isso é.

  9. bruno prisco disse:

    Atá agora o j 6 que tenho estava indo bem, mas aos 16000 km , com todas as revisões, mesmo assim apresentou bolhas no pneus traseiros, e a concessionária não quer dar garantia.

    Diz que este pneu nao tem o comitê de avaliação e por isto nada pode ser feito

    Se alguem tem algo para me dizer, por favor me fale.

    Prisco

  10. andrey silva esteca disse:

    comprei uma j 6 ha tres meses 2.000 km e ate agora e so elogios carro bonito completo e com preço acessivel. parabens jac motors por me dar a oportunidade de ter um carro assim.

  11. ronaldo disse:

    tudo sobre j6 me informar